Nossa Política

Museu Americano de História Natural cancela evento em que Bolsonaro seria homenageado

Museu Americano de História Natural cancela evento em que Bolsonaro seria homenageado
Museu Americano de História Natural cancela evento em que Bolsonaro seria homenageado
Os planos da Câmara de Comércio Brasileira de homenagear Bolsonaro em um museu dedicado à ciência e à natureza foi recebido com indignação na semana passada.

O Museu Americano de História Natural de Nova York disse na segunda-feira (15) que não vai sediar um jantar de gala planejado para homenagear o presidente de extrema-direita do Brasil, Jair Bolsonaro, como “Personalidade do Ano”.

Os planos da Câmara de Comércio Brasileira de homenagear Bolsonaro em um museu dedicado à ciência e à natureza foi recebido com indignação na semana passada. Isso porque  Bolsonaro aventou a possibilidade de retirar o Brasil do Acordo de Paris e quer explorar a Amazônia com os EUA.

O museu manifestou preocupação com o evento na semana passada, dizendo que havia sido reservado antes de saber que o homenageado seria Bolsonaro.

“Com respeito mútuo pelo trabalho e pelas metas de nossas organizações individuais, concordamos em conjunto que o Museu não é o local ideal para o Brazilian-Am, o jantar de gala da Câmara de Comércio “, disse o museu em sua conta oficial no Twitter.

“Este evento tradicional vai avançar em outro local na data e hora original.”

Bolsonaro, que estilizou sua campanha para o cargo no ano passado depois do presidente dos EUA, Donald Trump, atraiu mais críticas de ambientalistas na semana passada ao criar um órgão que poderia perdoar multas ambientais e dizer que uma vasta reserva amazônica poderia ser aberta à mineração.

As informações são da Reuters.

Escreva um comentário

Categorias