Nossa Política

Bolsonaro replica falsa declaração de jornalista e ataca a imprensa

Bolsonaro replica falsa declaração de jornalista e ataca a imprensa
Bolsonaro replica falsa declaração de jornalista e ataca a imprensa
Agências de checagem de fatos concluíram que o site Terça Livre deturpou as declarações da jornalista Constança Rezende; informação falsa foi compartilhada por Bolsonaro.

Publicado na tarde deste domingo (10) pelo site Terça Livre, que reúne conservadores e simpatizantes do governo de Jair Bolsonaro, um texto, falsamente atribuído à repórter do jornal O Estado de S. Paulo, Constança Rezende, diz que “a intenção é arruinar Flávio Bolsonaro e o governo”, ao tratar da cobertura jornalística das movimentações suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-motorista do senador e filho do presidente.

Grupos de apoio a Jair Bolsonaro promoveram um linchamento virtual da jornalista Constança Rezende nas redes sociais, baseando-se no texto publicado pelo site Terça Livre.

A suposta declaração de Constança Rezende, que aparece entre aspas no título do texto do Terça Livre, teria sido dada, segundo “denúncia” de um jornalista francês, em uma conversa gravada. Na gravação do diálogo, porém, Constança não fala em “intenção” de arruinar o governo ou o presidente.

Na noite deste domingo, entretanto, o presidente Jair Bolsonaro replicou a informação do Terça Livre no Twitter: “Constança Rezende, do ‘O Estado de SP’ diz querer arruinar a vida de Flávio Bolsonaro e buscar o Impeachment do Presidente Jair Bolsonaro. Ela é filha de Chico Otavio, profissional do ‘O Globo’. Querem derrubar o Governo, com chantagens, desinformações e vazamentos.”

Bolsonaro replica declaração falsa de jornalista e ataca a imprensa
Foto: Reprodução/Twitter

“Desde que Constança iniciou a temporada de caça aos Bolsonaro no ‘Estadão’, emissoras como a Rede Globo e jornais como Folha de São Paulo seguiram o mesmo caminho”, diz o texto do Terça Livre. “Uma enxurrada de acusações em horário nobre, capas de revistas e nas primeiras páginas de jornais colocaram a integridade moral do filho do presidente em xeque.”

Informação sobre jornalista é falsa, dizem agências de checagem

As agências de checagem de notícias afirmam que a informação divulgada pelo site Terça Livre e replicada por outros sites que tem alinhamento ideológico com o governo Bolsonaro é falsa.

A agência Aos Fatos publicou:

É falso que a repórter do jornal O Estado de S. Paulo, Constança Rezende, afirmou que “a intenção é arruinar Flávio Bolsonaro e o governo”. Alvo de uma notícia falsa que ganhou tração neste domingo (10), Constança é apontada de modo equivocado como a responsável por uma série de reportagens como a que apontou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em uma conta no nome de um ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) — filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro — entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Essas informações constam de documentos oficiais. Em sua conta no Twitter, o próprio presidente amplificou o factoide.

A Agência Lupa afirmou que a informação é falsa, assim como a suposta declaração d jornalista de que sua intenção profissional “é arruinar Flávio Bolsonaro e o governo”. Flávio é senador pelo PSL-RJ e filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A aspa utilizada pelo site no título de sua reportagem é falsa. A citação atribuída à repórter não aparece sequer na transcrição que a própria página faz de toda a conversa que a jornalista do Estadão teria supostamente mantido em inglês com um estrangeiro, sobre a investigação envolvendo Flávio Bolsonaro. 

O Estadão Verifica diz que “a conversa, em inglês, tem frases truncadas e com pausas. Apenas trechos selecionados foram divulgados. Em determinado momento, a repórter avalia que “o caso pode comprometer” e “está arruinando Bolsonaro”, mas não relaciona seu trabalho a nenhuma intenção nesse sentido”.

Escreva um comentário