Nossa Política

2018: Witzel usou sem autorização a imagem de Bolsonaro

2018: Witzel usou sem autorização a imagem de Bolsonaro
2018: Witzel usou sem autorização a imagem de Bolsonaro
Na época, a assessoria da campanha do presidenciável disse não ter autorizado o uso da imagem de Bolsonaro e reafirmou que o candidato se mantém neutro na disputa pelo governo do Rio. 

Antes de ser eleito pela onda do bolsonarismo, o então candidato ao governo do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), fez de tudo para surfar ao lado do capitão reformado. Segundo o blog Foca no Voto, do Globo, o então governador distribuiu pelo menos 4 milhões de “santinhos” e 50 mil adesivos em que aparece ao lado de Bolsonaro.

Procurada, a assessoria da campanha do presidenciável disse não ter autorizado o uso da imagem de Bolsonaro e reafirmou que o candidato se mantém neutro na disputa pelo governo do Rio. O ex-juiz, não viu problema em utilizar a imagem de Bolsonaro, afinal, o seu partido, o PSC, apoiou durante as eleições o capitão reformado.

Logo após o primeiro turno, Bolsonaro declarou que não iria apoiar ninguém no segundo turno no Rio. Em 14 de outubro de 2018, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-Rio), a pedido de Eduardo Paes, determinou que o ex-juiz retirasse de sua campanha de rádio e TV a imagem de Flávio Bolsonaro.

Escreva um comentário