Nossa Política

1998: Suposto assassino de Marielle foi homenageado na Alerj

1998: Suposto assassino de Marielle foi homenageado na Alerj
1998: Suposto assassino de Marielle foi homenageado na Alerj
A Polícia da Divisão de Homicídios e promotores do Ministério Público estadual do Rio de Janeiro prenderam suspeitos de assassinar a vereadora do PSOL e o seu motorista, Anderson Gomes.

Em 1998, o então deputado Pedro Fernandes solicitou uma moção de congratulações, aplausos e de louvor a Ronnie Lessa, que era sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

O conteúdo da moção solicitado à Alerj:


Solicito à Mesa Diretora, nos termos regimentais, MOÇÃO DE CONGRATULAÇÕES , APLAUSOS E DE LOUVOR ao 3º Sargento PM RONNIE LESSA, RG Nº xxxx pela maneira como vem pautando sua vida profissional como policial-militar do 9º BPM.

Sem nenhum constrangimento posso afirmar que o referido militar é digno desta homenagem por honrar, permanentemente, com suas posturas, atitudes e desempenho profissional, a sua condição humana e de militar discreto mas eficaz.

Constituindo-se, deste modo, em brilhante exemplo àqueles com quem convive e com àqueles que passam a conhecê-lo.

Por tudo isto, sinto-me orgulhoso e honrado ao MOÇÃO DE LOUVOR.

Sala das Sessões, em 23 de novembro de 1998.

DEPUTADO PEDRO FERNANDES


1 comentário

  • Nossa Política poderia levantar as ligações das milícias com o poder “constituído”…no intuito de verificar a possibilidade de que o mandante seja “um político” envolvido com milicianos…