Nossa Política

Editorial | Um boi de piranha chamado Gustavo Bebianno

Editorial | Um boi de piranha chamado Gustavo Bebianno
Editorial | Um boi de piranha chamado Gustavo Bebianno
O laranjal do PSL precisa ter um culpado. E este culpado precisa estar longe de Jair Bolsonaro para que se mantenha a narrativa de honestidade acima de tudo.

Enquanto analistas da grande mídia fazem malabarismo para explicar o óbvio – que é o declarado atrito entre Carlos Bolsonaro e Gustavo Bebianno – os próprio fatos retratam que a guerra não é por atenção, como fazem supor alguns; não é nem mesmo por problemas de afinidade política. O problema é a quebra da narrativa que levou Jair Bolsonaro ao poder.

A última coisa que o Bolsonaro não pode soltar é o bastião da moral e o mote da luta contra a corrupção. O que sobre de um homem que passou vinte e oito anos na Câmara dos Deputados sem aprovar ao menos três projeto? O que sobra de Jair Bolsonaro se lhe arrancarem os seguidores nas redes sociais? O que sobraria de um presidente que não tem pautas a não a ser a de perseguir os adversários, hoje muito mais frágeis que ele?

O laranjal do PSL precisa ter um culpado. E este culpado precisa estar longe de Jair Bolsonaro. A mesma distância que divide o presidente do próprio filho, Flávio, investigado após movimentações atípicas realizadas por seu ex-assessor, Fabrício Queiroz. Para não manchar a sua imagem, Bolsonaro vai distancia-se de quem quer que seja. E o próprio distanciamento é uma forma de atiçar os seus seguidores nas redes sociais contra qualquer pessoa.

Assim como foram às redes vomitar um discurso moralista contra Flávio Bolsonaro, os seguidores do bolsonarismo estão descendo a lenha em Bebianno, um dos responsáveis pela campanha vitoriosa nas eleições de 2018. É uma forma de garantir a imagem de limpeza e honestidade no grupo que dirige o país. Mas até quando?

Gustavo Bebianno disse à imprensa ontem que não é um moleque. Mas ele foi tratado justamente assim. Como um moleque mentiroso. O Brasil espera que ao menos ele tenha a dignidade de dizer o que sabe sobre a os laranjais do PSL e se houve ou há alguma influência do presidente da República nestes esquemas.

Escreva um comentário