Nossa Política

Partido de Bolsonaro questiona leis anticorrupção

Partido de Bolsonaro questiona leis anticorrupção
Partido de Bolsonaro questiona leis anticorrupção
Pivô no escândalo de candidaturas laranjas nas eleições de 2018, o PSL entrou com ações no STF que questionam medidas e vão na contramão do discurso que elegeu o presidente.

Da Folha:


O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, questiona no STF (Supremo Tribunal Federal) a constitucionalidade de trechos importantes das principais leis anticorrupção do país: a que tipifica o crime de obstrução de Justiça e regulamenta as delações e a que permite punir empresas por atos contra a administração pública.

O partido também contesta a lei das prisões temporárias, sobretudo a parte que autoriza que se prendam suspeitos de crimes contra o sistema financeiro. Prisões temporárias são aquelas decretadas por cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, no curso de investigações criminais.

As contestações a essas leis vão na contramão do discurso anticorrupção que elegeu o presidente Bolsonaro e do pacote proposto pelo ministro Sergio Moro.

(…)


 

Escreva um comentário