Nossa Política

Filho de Bolsonaro faz propaganda de filme que defende a ditadura

Filho de Bolsonaro faz propaganda de filme que defende a ditadura
Eduardo Bolsonaro diz que a produção vai estrear em 31 de março, dia do golpe que tirou o presidente João Goulart do poder, “falando verdades nunca antes contadas – muito menos pelo seu professor de história”.

Do Globo:


Um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro , o deputado federal Eduardo Bolsonaro(PSL-SP) divulgou, na tarde desta terça-feira, em suas redes sociais o trailer do documentário “1964, o Brasil entre armas e livros”, que promete “resgatar a verdade sobre o período mais deturpado da nossa história”.

O trailer diz que a obra se vale de documentos secretos produzidos na União Soviética e em países que faziam parte da antiga Cortina de Ferro, no leste europeu. A responsável pelo filme é a produtora Brasil Paralelo, que foi criada depois de 2014 e que tenta revisitar a história do Brasil.

Em sua mensagem, Eduardo Bolsonaro diz que a produção vai estrear em 31 de março, dia do golpe que tirou o presidente João Goulart do poder, “falando verdades nunca antes contadas – muito menos pelo seu professor de história”.

Na apresentação do documentário sobre 1964 em seu site, a produtora afirma: “Ditadura, Regime Militar ou Revolução? O Brasil Paralelo está produzindo um documentário inédito para resgatar a verdade sobre o período mais deturpado da nossa história”. O cartaz do filme tem imagens de ex-ditador soviético Josef Stálin, do guerrilheiro Che Guevara, de Goulart e do filósofo e político italiano marxista Antonio Gramsci.

(…)


Escreva um comentário