Nossa Política

Revelação de candidatos laranjas constrange governo e partido de Bolsonaro

Revelação de candidatos laranjas constrange governo e partido de Bolsonaro
A notícia de que o PSL criou laranjas durante a campanha eleitoral constrangeu integrantes do governo nos grupos de WhatsApp e nas redes sociais.

Maria de Lourdes Paixão foi candidata a deputada federal, em Pernambuco. Recebeu R$ 400 mil do fundo partidário do PSL quatro dias antes da eleição. Ela teria se tornado candidata por decisão do grupo político de Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, partido que elegeu Jair Bolsonaro. As informações foram publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo.

Maria de Lourdes afirmou que gastou boa parte da verba recebida numa gráfica que fez os materiais de campanha. Entretanto, nem a candidata nem a gráfica para a qual ela diz ter direcionado a maior parte do dinheiro souberam explicar detalhes da suposta campanha.

Participantes ativos das redes sociais, tanto Jair Bolsonaro quanto os filhos ignoraram o fato. Em grupo de WhatsApp do PSL, Bivar foi defendido por dirigentes estaduais, mas, segundo relatos, a maioria dos congressistas (55 deputados federais e 4 senadores) se manteve calada.

1 comentário