Nossa Política

Em 2018, brasileiros expulsaram venezuelanos de Roraima ao som do Hino Nacional

Em 2018, brasileiros expulsaram venezuelanos de Roraima ao som do Hino Nacional
Yineth Manzol (dir., com lenço azul na cabeça) e outros venezuelanos observam os restos de suas roupas, alimentos e objetos que foram queimadas por moradores de Pacaraima – Foto: Avener Prado/Folhapress
A onda de violência foi alimentada com a informação de que um comerciante brasileiro, de nome Raimundo Nonato, teria sido espancado e roubado por ladrões supostamente venezuelanos na véspera.

Em agosto de 2018, brasileiros expulsaram venezuelanos de Pacaraima, município de Roraima localizado na fronteira do Brasil com a Venezuela. Com pedradas, ataques com bombas de gás improvisadas, incineração de pertences de refugiados e vandalização de carros dos moradores locais, brasileiros usaram expulsaram venezuelanos ao som do Hino Nacional.

A onda de violência teria sido alimentada pelo WhatsApp com a informação de que um comerciante brasileiro, de nome Raimundo Nonato, teria sido espancado e roubado por ladrões supostamente venezuelanos na véspera.

Para permitir que os venezuelanos atravessassem a fronteira, fugindo das manifestações hostis, o Exército fez um cordão de isolamento, irritando os brasileiros no local, que, entre estrofes do Hino Nacional, chamavam  os militares de “periquitos verdes.

De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo, os venezuelanos que fugiram deixaram os pertences para trás; o que ficou virou fogueira, a maior delas em frente à rodoviária. Ali foram incineradas malas inteiras, comida, lençóis, barracas, tudo que pudesse ser dos estrangeiros.

Escreva um comentário