Nossa Política

Sob Bolsonaro, Meio Ambiente extingue departamentos de mudança do clima e combate ao desmatamento

Sob Bolsonaro, Meio Ambiente extingue departamentos de mudança do clima e combate ao desmatamento
Sob Bolsonaro, Meio Ambiente extingue departamentos de mudança do clima e combate ao desmatamento
Nova estrutura do Ministério do Meio Ambiente, descrita em decreto publicado nesta quarta no Diário Oficial, deixa de ter departamentos específicos para cuidar dos dois assuntos.

Do Estadão:


O Ministério do Meio Ambiente na gestão Bolsonaro deixa de ter áreas específicas para tratar das mudanças climáticas e do combate ao desmatamento. Na nova configuração da pasta, publicada nesta quarta-feira, 2, em edição extra do Diário Oficial, consta a existência de uma Secretaria de Florestas e Desenvolvimento Sustentável. Antes ela se chamava Secretaria de Mudança do Clima e Florestas.

Não é apenas uma mudança de nomenclatura. Dentro da pasta também não existe nenhum departamento sobre o assunto. Até então, a secretaria abrigava o Departamento de Políticas em Mudança do Clima e o Departamento de Monitoramento, Apoio e Fomento de Ações em Mudança do Clima. Além do Departamento de Florestas e Combate ao Desmatamento.

Não existe agora nenhuma citação à mudança do clima ou ao combate ao desmatamento no organograma do novo ministério.

A questão climática aparece citada somente em duas ocasiões. O ministério ainda terá um Comitê Gestor do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima. E entre as atribuições do novo Departamento de Conservação de Ecossistemas está “avaliar e monitorar os riscos e as ameaças sobre os ecossistemas, em especial os impactos da mudança do clima, das mudanças no uso das terras e da degradação ambiental, e propor políticas e ações de prevenção, mitigação e adaptação”.

Procurado pela reportagem, o novo ministro, Ricardo Salles, não se posicionou sobre as mudanças.

(…)


1 comentário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS