Nossa Política

Globo demite José Mayer

Globo demite José Mayer
Abertamente, apenas o autor Aguinaldo Silva, que teve parceria com José Mayer em novelas como “A Indomada” e “Senhora do Destino”, pediu seu retorno através do Twitter. 

Do site Na Telinha:


Na noite desta terça-feira (15), a Globo anunciou a demissão do ator José Mayer, após pouco mais de 35 anos como contratado da emissora e quase dois anos de geladeira, após um escândalo sexual nos bastidores da novela “A Lei do Amor”.

Em comunicado, a emissora disse que tudo aconteceu em comum acordo, no fim de 2018. O contrato, segundo antecipado pelo NaTelinha, ia até o início de 2019 e já se sabia que não seria renovado.

Nos últimos meses, havia uma pressão de alguns setores nos bastidores por sua volta às telinhas. Abertamente, apenas o autor Aguinaldo Silva, que teve parceria com José Mayer em novelas como “A Indomada” e “Senhora do Destino”, pediu seu retorno através do Twitter.

“Não há crime. Se não há queixa à Polícia, nem denúncia na Justiça, por isso… Volta, José Mayer!”, escreveu o escritor de “O Sétimo Guardião” nesta segunda-feira (14). Um dia depois, Mayer acaba dispensado.

José Mayer chegou na Globo em 1983, para fazer a novela “Guerra dos Sexos”. Desde então, se consagrou como um dos galãs de novela mais conhecidos da TV brasileira. Sua última trama foi “A Lei do Amor”, produzida entre 2016 e 2017, onde veio o escândalo que culminou em sua saída do canal carioca.

Ele foi acusado pela figurinista Su Tonani, 28 anos, de assédio em um camarim dos Estúdios Globo. Ela veio à tona através do jornal Folha de S. Paulo e teve estrondosa repercussão.

Dias depois, José Mayer foi suspenso por tempo indeterminado e afastado do elenco de “O Sétimo Guardião”. Em uma carta aberta para o público, ele pediu desculpas pelo que ocorreu com a figurinista da Globo.

Veja o comunicado da emissora na íntegra: 

Depois de mais de 35 anos de uma trajetória iniciada na novela ‘Guerra dos Sexos’, em 1983, com participação em mais de 40 obras, entre novelas, séries, minisséries e especiais, a Globo e o ator José Mayer informam o fim da parceria, de comum acordo, no final de 2018.


2 comentários

  • Injustiça é o que Jose Mayer sofre por causa de uma besteira. A mulher que se diz “”vitima”” de uma cantada feita pelo ator teve seus momentos de fama. E as feministas se aproveitaram e prejudicaram a carreira do ator. Chega! Ele já foi punido por 2 anos na geladeira. O que as feministas querem? a pena de morte???? O pior que nas ditas feministas estão colegas do ator. Colegas da onça. Lamentável.

  • Grande parte da culpa é do gagá Manoel Carlos que enchia a bola deste galã de caganeira,que de galã não tem nada,dando a ele só papel de pegador e o otário se achou e deu no que deu. Matuto! Tomou prá trás.