Nossa Política

“Nas escolas é preciso dar educação sexual”, diz Papa Francisco

"Nas escolas é preciso dar educação sexual", diz Papa Francisco
“Nas escolas é preciso dar educação sexual”, diz Papa Francisco
O Papa Francisco conversou com jornalistas sobre o voo entre o Panamá e Roma. “Precisamos dar uma educação sexual objetiva”.

“Nas escolas é preciso dar educação sexual, o sexo é um presente de Deus, não é um monstro, é um presente de Deus para amar, e então algumas pessoas o usam para ganhar dinheiro ou explorar outro problema. Educação sexual objetiva, sem colonização ideológica. Se você começar dando educação sexual cheia de colonização ideológica, você vai destruir a pessoa”. O Papa disse isso durante uma coletiva de imprensa com jornalistas no voo do Panamá para Roma.

A educação sexual deve “tirar o melhor das pessoas e acompanhá-las ao longo do caminho”. O problema – disse o papa Francisco – é o sistema: que professores escolhem para essa tarefa e quais livros eu vi alguns livros um pouco sujos. Há coisas que amadurecem e coisas que danificam”. “O ideal é que a educação sexual deve começar em casa, mas que nem sempre é possível porque existem tantas situações diferentes em famílias. E, em seguida, a escola serve para isso, porque caso contrário, permanecerá um vácuo que, em seguida, será preenchido por qualquer ideologia”.

“Eu acho que o celibato é um presente para a Igreja” e não haverá uma mudança para tornar o celibato dos padres “opcional”, como já acontece na Igreja Católica do rito oriental. “Eu não farei isso, e isso permanece claro”. “Estou fechado? Talvez, eu não tenha vontade de me colocar diante de Deus com essa decisão”. Isto foi afirmado pelo Papa Francisco na conferência de imprensa sobre o voo do Panamá para Roma. No entanto, o papa falou de “algumas possibilidades” onde “há um problema pastoral devido à falta de padres”. “Teólogos devem estudar” a questão.

Com informações de agências.

Escreva um comentário

Categorias