Nossa Política

Caso Queiroz: MP diz que processo pode ir à Justiça sem ouvir investigados

Caso Queiroz: MP diz que processo pode ir à Justiça sem ouvir investigados
Caso Queiroz: MP diz que processo pode ir à Justiça sem ouvir investigados
O MP classifica de “voluntário e deliberado” o não comparecimento de Fabricio Queiroz e de seus parentes para depor e indica que poderá levar o caso à Justiça sem que eles sejam ouvidos.

De acordo com a Veja, em nota divulgada nesta terça-feira (8), o Ministério Público do Rio de Janeiro revela que a instituição perdeu a paciência com a família Queiroz e vai endurecer o jogo com os ex-assessores de Flávio e Jair Bolsonaro investigados por operações bancárias suspeitas, detectadas pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).

O MP classifica de “voluntário e deliberado” o não comparecimento de Fabricio Queiroz e de seus parentes para depor e indica que poderá levar o caso à Justiça sem que eles sejam ouvidos. Segundo a nota, “o direito constitucional à ampla defesa também poderá ser exercido em juízo, caso necessário”. O MP fala também na possibilidade de quebra dos sigilos bancário e fiscal dos integrantes da família Queiroz.

Segundo o Ministério Público, “a oitiva dos investigados representa uma oportunidade para que possam apresentar suas versões dos fatos”.

1 comentário

  • Lula, um ex-presidente (o melhor de todos, por sinal), nem foi chamado para prestar depoimento e foi levado coercitivamente! Esse Queiroz, um insignificante, está tripudiando do MP, bem orientado por seus chefes.