Nossa Política

Bolívia denunciará Brasil na ONU por frase de deputado do PSL

Bolívia denunciará Brasil na ONU por frase de deputado do PSL
Bolívia denunciará Brasil na ONU por frase de deputado do PSL
Rodrigo Amorim (PSL-RJ) disse que “quem gosta dos índios, que vá para a Bolívia, que, além de ser comunista, é presidida por um índio”, ao propor uma operação de “limpeza” em uma área próxima ao estádio do Maracanã.

Do Sputnik Brasil:


A Bolívia denunciará o Brasil nas Nações Unidas por “racismo de Estado”, em resposta à declaração do deputado estadual do Rio de Janeiro, Rodrigo Amorim (PSL) contra os indígenas, informou o vice-ministro de descolonização Felix Cárdenas, informou a mídia local.

“Incorporaremos o ‘racismo estatal’ ao relatório do EPU, a Revisão Periódica Universal das Nações Unidas, e denunciaremos o Brasil por iniciar um processo de racismo e discriminação, mas não apenas contra a Bolívia, mas contra todos os povos indígenas”, disse Cardenas, segundo o jornal local La Razón.

A RPU é um processo liderado pelo Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), no qual são examinados os registros de direitos humanos de todos os estados membros do órgão mundial, dos quais demandam atenção e recomendações.

Cárdenas fez sua declaração no dia anterior, em meio a uma onda de condenações de autoridades e políticos locais contra Amorim, que é sinalizado pela mídia boliviana como muito próximo do novo presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

Na semana passada, Amorim disse que “quem gosta dos índios, que vá para a Bolívia, que, além de ser comunista, é presidida por um índio”, ao propor uma operação de “limpeza” em uma área próxima ao famoso estádio do Maracanã, que inclui a expulsão dos indígenas que vivem lá, para a construção de um estacionamento.


Escreva um comentário

ÚLTIMAS NOTÍCIAS