Nossa Política

Ministério Público do RJ investiga contas de assessores de Flávio Bolsonaro

Ministério Público do RJ investiga contas de assessores de Flávio Bolsonaro
Ministério Público do RJ investiga contas de assessores de Flávio Bolsonaro
Promotoria investiga dados em contas bancárias de 21 parlamentares estaduais, inclusive do senador eleito Flavio Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro investiga movimentações atípicas em contas bancárias de assessores de 22 deputados estaduais do Estado, detectadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Dentre eles, está sendo investigado o senador eleito Flávio Bolsonaro, cujo assessor, Fabrício José Carlos de Queiroz, de acordo com relatório produzido pelo Coaf na Operação Furna da Onça, movimentou, de 1 de janeiro de 2016 a 31 de janeiro de 2017, R$ 1,2 milhão.

De acordo com matéria do Estadão, o Ministério Público Federal também teve acesso ao relatório do Coaf há cerca de seis meses, mas não encontrou indícios de envolvimento dos deputados citados no relatório com o esquema desmantelado por sua investigação em conjunto com a Polícia Federal. A investigação aborda crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, loteamento de cargos públicos e de mão de obra terceirizada, principalmente no Detran-RJ. Por não ter competência legal para investigar deputados estaduais por crimes não federais, essa parte ficou com o MPRJ.

O relatório também cita que foram detectadas na conta transações envolvendo dinheiro em espécie, embora Queiroz exercesse atividade cuja “característica é a utilização de outros instrumentos de transferência de recurso”. Também foram achados depósitos de outros assessores de Flávio na conta de Queiroz.

O deputado Flávio Bolsonaro afirmou no sábado, 8, ter ouvido de Fabrício de Queiroz uma explicação para a movimentação atípica, mas se recusou a revela-la.

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou ter feito um empréstimo de R$ 40 mil a Queiroz, que teria feito o pagamento na conta de sua mulher Michelle.

Escreva um comentário