Notícias

Bolsonaro diz que cheque de motorista para a mulher foi pagamento de empréstimo

Bolsonaro diz que cheque de motorista para a mulher foi pagamento de empréstimo

Bolsonaro diz que cheque de motorista para a mulher foi pagamento de empréstimo

Bolsonaro disse não lembrar do valor original, que depois se avolumou. Ele comentou também que não registrou a operação no imposto de renda.

Ao site Antagonista, Jair Bolsonaro afirmou que os R$ 24 mil pagos por Fabrício José de Queiroz, ex-assessor de seu filho Flávio, a sua mulher Michelle Bolsonaro, por meio de cheques, foram para pagar uma dívida pessoal.

“Emprestei dinheiro para ele em outras oportunidades. Nessa última agora, ele estava com um problema financeiro e uma dívida que ele tinha comigo se acumulou. Não foram R$ 24 mil, foram R$ 40 mil. Se o Coaf quiser retroagir um pouquinho mais, vai chegar nos R$ 40 mil”, falou.

Segundo o presidente eleito, Queiroz lhe fez dez cheques de R$ 4 mil.

“Eu podia ter botado na minha conta. Foi para a conta da minha esposa, porque eu não tenho tempo de sair. Essa é a história, nada além disso. Não quero esconder nada, não é nossa intenção.”

Bolsonaro disse não lembrar do valor original, que depois se avolumou. Ele comentou também que não registrou a operação no imposto de renda.

O presidente eleito contou que Fabrício Queiroz é seu amigo. Eles se conheceram em 1984, na Brigada Paraquedista. (…)

Bolsonaro falou ainda que se surpreendeu com a identificação pelo Coaf de uma movimentação de R$ 1,2 milhão na conta de Queiroz – incompatível com sua renda. E disse que cortou o contato com o amigo até que ele se explique para o Ministério Público.

Deixe um Comentário!