Opinião

Moro legitima o discurso do golpe

Moro legitima o discurso do golpe

Moro legitima o discurso do golpe

Quem gritava que o juiz da Lava-Jato estava a serviço de um projeto pessoal, e não da Justiça, levantará sua voz novamente.

De Tulio Milman, na Gaúcha (Zero Hora):


Sergio Moro é um ótimo nome para qualquer ministério, inclusive o futuro superministério da Justiça, mas não agora.

Fico pensando no que os livros de história vão dizer daqui a 50 anos. O juiz que se transformou em símbolo do combate à corrupção, cujas decisões influenciaram diretamente no resultado da eleição presidencial, foi para o governo de Jair Bolsonaro, o candidato vencedor.

O futuro governo, com essa decisão, abre a guarda numa das áreas que foi responsável pela sua eleição, que é a ética. Afinal, terá entre seus integrantes aquele que exerceu papel decisivo no resultado.

A decisão legitima o discurso do golpe, com o qual nunca concordei. Identifico total lisura e coerência jurídica no impeachment de Dilma Rousseff. Foi uma decisão legitimamente política.

Agora, quem gritava que o juiz da Lava-Jato estava a serviço de um projeto pessoal, e não da Justiça, levantará sua voz novamente.


1 Comentário

Deixe um Comentário!