Escavadeira

2015: Futuro ministro da Saúde disse que votar no PT é consequência do uso de maconha

2015: Futuro ministro da Saúde disse que votar no PT é consequência do uso de maconha

2015: Futuro ministro da Saúde disse que votar no PT é consequência do uso de maconha

Na sessão, os deputados discutiam sobre uso de álcool e a liberação da maconha. Foi quando Mandetta teve a oportunidade da palavra e disparou.

Do Correio do Estado:


Declaração feita pelo deputado federal de Mato Grosso do Sul, Luiz Henrique Mandetta (DEM), em sessão da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, nesta semana, provocou risos e polêmica em Brasília. O vídeo começou a ser compartilhado nas redes sociais nesta quinta-feira (28).

Na sessão, os deputados discutiam sobre uso de álcool e a liberação da maconha. Foi quando Mandetta teve a oportunidade da palavra e disparou.

“O pessoal está defendendo a liberação da maconha, mas precisa ver para que você vai liberar. Depois o cara começa com maconha, cocaína, crack e depois acaba votando no PT no final do processo todo”.

O deputado acabou sendo interrompido com uma série de gargalhadas dos deputados que acompanhavam a sessão. O próprio deputado caiu na risada e não conseguiu completar o raciocínio.

Ao fim do vídeo, Mandetta acaba pedindo desculpas ao parlamentar que presidia a sessão.

O Portal Correio do Estado entrou em contato com o Mandetta pelo celular e no gabinete do deputado, em Brasília, para mais detalhes sobre a declaração polêmica, mas o deputado não atendeu e nenhum assessor foi encontrado para comentar o assunto.


Deixe um Comentário!