Brasil

Beto Richa se torna réu

Beto Richa se torna réu

Beto Richa se torna réu

O juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, aceitou a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) na terça-feira (30).

Do Bem Paraná:


O ex-governador Beto Richa (PSDB), seu irmão José Richa Filho (Pepe Richa), e outros 11 investigados viraram réus na Operação Rádio Patrulha, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). O juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, aceitou a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) na terça-feira (30). Richa virou réu por corrupção passiva e fraude a licitação.

A operação investiga esquema de propina para desvio de dinheiro por meio de licitações fraudadas no programa “Patrulha do Campo”, para recuperação de estradas rurais do Estado.

Além de Beto Richa, são réus por corrupção passiva e fraude a licitação o ex-secretário de Infraestrutura e Logística Pepe Richa; o ex-chefe de Gabinete de Richa, Deonilson Roldo; o ex-secretário de Cerimonial, Ezequias Moreira; e o ex-diretor-geral da Secretaria de Infraestrutura, Aldair Petry. O ex-secretário de Assuntos Estratégicos, Edson Casagrande e advogado Túlio Bandeira viraram réus por fraude a licitação e corrupção ativa. Já os empresários Emerson Savanhago e Robison Savanhago, por fraude a licitação.

O primo do governador, Luiz Abi Antoun, vai responder por corrupção passiva. Os empresários Celso Frare, da Ouro Verde, e Joel Malucelli, do Grupo JMalucelli, vão responder por corrupção ativa, assim como o advogado André Felipe Bandeira, irmão de Tulio Bandeira.

(…)


Deixe um Comentário!