Mundo Tecnologia

WhatsApp bane mais de 100 mil contas no Brasil

WhatsApp bane mais de 100 mil contas no Brasil

WhatsApp bane mais de 100 mil contas no Brasil

O Facebook criou uma “sala de guerra” para identificar e erradicar a desinformação, o discurso de ódio e outros conteúdos prejudiciais durante a eleição do Brasil neste mês.

O WhatsApp baniu 100 mil contas no Brasil durante as eleições no Brasil. A notícia que a mídia brasileira esconde saiu na agência americana Bloomberg. A “sala de guerra” do Facebook luta para conter spam, desinformação e outras artimanhas políticas antes do segundo turno das eleições no maior país da América Latina.

“Temos tecnologia de ponta para detectar spam que identifica contas com comportamento anormal, para que não possam ser usadas para espalhar spam ou desinformação”, escreveu um porta-voz do WhatsApp em um e-mail. “Estamos também tomando medidas legais imediatas para impedir que empresas de enviar mensagens em massa via WhatsApp e já baniram contas associadas a essas empresas. “

O Facebook criou uma “sala de guerra” para identificar e erradicar a desinformação, o discurso de ódio e outros conteúdos prejudiciais durante a eleição do Brasil neste mês. É um teste para a rede social antes das eleições no meio do ano nos EUA ainda este ano. Embora a empresa tenha dito que era capaz de impedir informações falsas em sua principal rede social, teve mais problemas para controlar o mau comportamento no WhatsApp, que é criptografado e virtualmente impossível de monitorar.

Sobre a notícia de que agências estariam envolvidas em fraudes para disparar notícias sem o consentimento de milhares de usuários, o WhatsApp disse na sexta-feira que está levando a acusação a sério. “Estamos comprometidos em reforçar as políticas do WhatsApp igualmente e de forma justa para proteger a experiência dos usuários”.

O WhatsApp confirmou que bloqueou a conta do filho de Bolsonaro, Flavio, por spam há alguns dias. A empresa disse que não estava relacionada às acusações na quinta-feira. Também observou que baniu uma conta relacionada à ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff, membro do Partido dos Trabalhadores.

Deixe um Comentário!