Brasil

Ministério Público vai investigar mãe que fantasiou filho de escravo

Ministério Público vai investigar mãe que fantasiou filho de escravoMinistério Público vai investigar mãe que fantasiou filho de escravo

Ministério Público vai investigar mãe que fantasiou filho de escravo

Mãe que caracterizou o filho como um escravo para participar de uma festa de Haloween numa escola particular de Natal será investigada pela Promotoria de Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente do MP-RN.

Do Globo:


A Promotoria de Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) instaurou um procedimento para acompanhar o caso da mãe que caracterizou o filho como um escravo para participar de uma festa de Haloween numa escola particular de Natal. Segundo o MPRN, o procedimento irá transcorrer em segredo de justiça por envolver uma criança, conforme previsto no ECA.

As fotos do menino “fantasiado” foram alvo de críticas nas redes sociais nesta segunda-feira. As imagens foram feitas pela mãe Sabrina Flor, que na postagem em seu perfil no Instagram dizia que a ideia da “fantasia” era “abrasileirar esse negócio”.

Nas imagens, a criança branca, usa maquiagem para simular o tom da pele negra. O menino, vestindo apenas panos brancos, usa imitações de correntes e grilhões, como aqueles usados em escravos no Brasil. A caracterização incluiu, ainda, “feridas” pelo corpo da criança.

Logo após a publicação, Sabrina recebeu elogios de alguns seguidores, como “que perfeito” e “você arrasa”, mas pouco tempo depois internautas começaram a criticar a atitude nos comentários e pediram também que a foto fosse denunciada. O conteúdo foi retirado do perfil de Sabrina e já no fim da noite não era possível acessar o perfil da mãe.

O cantor Marcelo D2 foi um dos que rechaçou a atitude de Sabrina. No Twitter, ele escreveu “Quando você pensa que já viu de tudo na vida”. Até a manhã de hoje a postagem já tinha mais de 20 mil curtidas e seis mil compartilhamentos.

(…)


Deixe um Comentário!