Notícias

Doria se ‘bolsonariza’

Doria se ‘bolsonariza’

Doria se ‘bolsonariza’

Esta é a enésima vez quem João Doria apunhala Geraldo Alckmin pelas costas. O candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB surfa na onda do ódio e do antipetismo.

Nesta semana, em entrevista à Rádio Bandeirantes, Doria incorporou o discurso de ódio do “bandido bom [e pobre], é bandido morto” do candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

“A vocês, bandidos, facínoras e dirigentes de facções criminosas que possam estar nos assistindo, não façam enfrentamento com a Polícia Militar ou Civil, porque a partir de janeiro ou se rendem ou vão para o chão”.

O âncora ainda perguntou: “Que que é isso, vão para o chão, hein, candidato?”. “É para o chão mesmo, exatamente isso que você entendeu”, respondeu Doria, para logo depois anunciar que a polícia atiraria para matar nos confrontos em sua eventual gestão.

O discurso na área da segurança está tons acima do de seu padrinho político, Geraldo Alckmin (PSDB) – que, apesar da alta letalidade da polícia paulista, sempre adotou tom mais moderado.

Bolsonarizou.

Deixe um Comentário!