Brasil

Delegado diz que marca feita em mulher não é suástica: “símbolo budista”

Mulher tem suástica desenhada com canivete em seu corpo

Mulher tem suástica desenhada com canivete em seu corpo

O delegado responsável pelo caso, Paulo César Jardim, afirma que, em razão da posição em que foi feito, o desenho não é uma suástica, mas um “símbolo religioso budista”.

Do BOL:


Uma jovem de 19 anos relatou que teve uma suástica riscada na barriga por um canivete na segunda-feira (8) em Porto Alegre. Segundo ela, o ataque aconteceu porque ela estava usando uma camiseta do movimento #EleNão, contrário ao candidato a presidente Jair Bolsonaro.

Saiba mais: Mulher tem suástica desenhada com canivete em seu corpo

O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, na Cidade Baixa. Questionado pela Universa, o delegado responsável pelo caso, Paulo César Jardim, afirma que, em razão da posição em que foi feito, o desenho não é uma suástica, mas um “símbolo religioso budista”.

A reportagem teve acesso ao Boletim de Ocorrência, registrado na terça-feira (9), em que a vítima relata que estava a caminho de casa, vestindo a camiseta, quando foi abordada por “três sujeitos que começaram a questioná-la”. Ainda segundo o documento, um dos agressores começou a “socá-la e chutá-la, enquanto outro a segurava e o terceiro desenhava o símbolo com um canivete”. No depoimento, não há menção ao nome de Bolsonaro.

(…)


Deixe um Comentário!