Notícias

Bolsonaro fala em banir adversários

 

Bolsonaro fala em banir adversários

Bolsonaro fala em banir adversários

“A Folha de S.Paulo é a maior fake news do Brasil. Vocês não terão mais verba publicitária do governo”, afirmou ao público, sob gritos da plateia. “Imprensa vendida, meus pêsames.”

Da Folha:


O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) pediu aos seus apoiadores, em vídeo ao vivo exibido em telões na avenida Paulista neste domingo (21), que “participem das eleições ativamente” daqui a sete dias, de forma democrática e “sem mentiras, sem fake news, sem Folha de S.Paulo”.

“A Folha de S.Paulo é a maior fake news do Brasil. Vocês não terão mais verba publicitária do governo”, afirmou ao público, sob gritos da plateia. “Imprensa vendida, meus pêsames.”

Apesar dessa fala, ele afirma que apoia a imprensa livre, “mas com responsabilidade”.

O candidato não estava no ato, mas falou por meio de videoconferência aos apoiadores que participavam da manifestação em São Paulo.

Em fala de cerca de dez minutos, prometeu “uma limpeza nunca vista na história desse Brasil” se eleito.

“Vamos varrer do mapa esses bandidos vermelhos do Brasil”, afirmou, sob gritos de “Fora PT”.

“Essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós. Ou [então] vão para fora ou vão para a cadeia.”

“Esses marginais vermelhos serão banidos de nossa pátria”, acrescentou.

“Senhor Lula da Silva, se você estava esperando o Haddad ser presidente para assinar o decreto de indulto, vou te dizer uma coisa: você vai apodrecer na cadeia”, disse Bolsonaro, aos gritos de “mito”.

“Brevemente você terá (o senador petista) Lindbergh Farias para jogar dominó no xadrez. Aguarde, o Haddad vai chegar aí também, mas não será para visitá-lo não, será para ficar alguns anos ao seu lado.”

Uma das promessas feitas pelo candidato aos manifestantes foi a de tipificar as ações do MST como terrorismo. Também prometeu retaguarda jurídica à polícia para “fazer valer a lei”.


Deixe um Comentário!