Brasil

Alunos chamam professora de “preta galinha” e desenham suástica

Alunos chamam professora de “preta galinha” e desenham suástica

Alunos chamam professora de “preta galinha” e desenham suástica

Alunos da Escola Estadual Conselheiro Ruy Barbosa, no Tremembé Zona Norte de São Paulo, escreveram frases racistas contra uma professora de sociologia negra.

Reportagem de Alfredo Henrique na Folha de S.Paulo informa que alunos da Escola Estadual Conselheiro Ruy Barbosa, no Tremembé (zona norte), escreveram frases racistas contra uma professora de sociologia negra, além de desenharem a suástica nazista na porta da sala de aula onde ela leciona, no último dia 1º.

De acordo com a publicação, segundo uma foto compartilhada por Odara Dèlé, 30, na internet, foi escrito com giz “preta, galinha do c.”. A postagem, que foi tirada da rede social da educadora no fim da tarde de desta quinta (11), tinha, até por volta das 16h, 1.100 reações, além de 520 comentários que se dividiam apoiando e até afirmando que a educadora se “vitimiza”. Odara disse, na postagem que tirou do ar, que uma semana antes de as mensagens serem escritas, quatro alunos brancos gritaram “viva o Bolsonaro”, no fundo da sala de aula do 3º ano do ensino médio, para o qual ela dá aulas.

Todos os alunos da turma foram suspensos. As ofensas foram escritas no dia de folga da educadora, que foi informada sobre o assunto no dia 2, pela diretora da unidade. A professora, então, registrou um boletim de ocorrência no dia 5 na Delegacia de Repressão aos Crimes Raciais e de Delitos de Intolerância, completa a Folha.

Deixe um Comentário!