Brasil

Aliado de Bolsonaro divulgou número de celular da repórter da Folha

Aliado de Bolsonaro divulgou número do celular de repórter da Folha

Aliado de Bolsonaro divulgou número de celular da repórter da Folha

Luciano Hang, dono da Havan, e aliado incondicional de Jair Bolsonaro divulgou nas redes sociais o número do celular de Patrícia Campos Mello.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) divulgou nota repudiando a atitude do empresário Luciano Hang que divulgou o número de telefone da jornalista Patrícia Campos Mello nas redes sociais; Patrícia escreveu reportagem sobre o pagamento de empresários para dispararem mensagens em massa contra o PT.

Na noite desta sexta-feira (19.out.2018) o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, publicou em seu perfil no Twitter o número de celular do repórter Ricardo Galhardo, do Estadão. Hang tem mais de 56 mil seguidores.

O empresário divulgou o número na sequência de uma postagem em que acusa o jornalista de “querer vincular o envio de mensagens de texto da Havan a clientes com política”: “olha o nível da baixaria!!”, diz Hang.

Observando a norma profissional de ouvir todos os lados de uma questão, Galhardo ligou para o empresário para obter declarações sobre a suspeita de que ele contratou envios de mensagens em massa a favor do candidato Jair Bolsonaro (PSL-RJ). “Quando perguntei sobre o assunto, ele me xingou, disse que iria ‘me f***er’ e que iria colocar meu telefone nas redes sociais”, relata o jornalista.

Com a divulgação do número, Galhardo passou a receber mensagens agressivas no WhatsApp. O departamento jurídico do jornal foi acionado para tomar providências legais. O Twitter removeu a postagem por considerá-la abusiva, uma violação das regras de uso da plataforma.

A Abraji repudia a exposição indevida do telefone do repórter Ricardo Galhardo pelo empresário Luciano Hang. Ações como esta comprometem a liberdade necessária aos jornalistas para fazer perguntas — especialmente as incômodas. Sem essa liberdade, a democracia definha.

Diretoria da Abraji, 19 de outubro de 2018.

Deixe um Comentário!