Notícias

Decano do STF, Celso de Mello classifica fala de Eduardo Bolsonaro como ‘golpista’

Decano do STF, Celso de Mello classifica fala de Eduardo Bolsonaro como ‘golpista’

Decano do STF, Celso de Mello classifica fala de Eduardo Bolsonaro como ‘golpista’

Celso de Melo, o decano do Supremo Tribunal Federal (STF), reagiu às declarações de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sobre fechar a Suprema Corte.

O decano do Supremo Tribunal Federal, o ministro Celso de Mello, reagiu ao vídeo que mostra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmando que bastam um soldado e um cabo para fechar a Corte.

A declaração do ministro foi publicada pela Folha de S. Paulo. Mello também afirmou que Eduardo Bolsonaro foi “inconsequente”. Confira a íntegra de sua mensagem:

Essa declaração, além de inconsequente e golpista, mostra bem o tipo (irresponsável) de parlamentar cuja atuação no Congresso Nacional, mantida essa inaceitável visão autoritária, só comprometerá a integridade da ordem democrática e o respeito indeclinável que se deve ter pela supremacia da Constituição da República!!!! Votações expressivas do eleitorado não legitimam investidas contra a ordem político-jurídica fundada no texto da Constituição! Sem que se respeitem a Constituição e as leis da República, a liberdade e os direitos básicos do cidadão restarão atingidos em sua essência pela opressão do arbítrio daqueles que insistem em transgredir os signos que consagram, em nosso sistema político, os princípios inerentes ao Estado democrático de Direito.”

O congressista e filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) fez a fala em julho deste ano, durante um curso em Cascavel, no Paraná. “Se quiser fechar o STF você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo, sem querer desmerecer o soldado e o cabo”, afirmou. Ele comentava uma situação hipotética em que Bolsonaro seria impedido de concorrer ao cargo de presidente.

Comentando as declarações do filho, Jair Bolsonaro disse que ela foi tirada de contexto e que “se alguém falou em fechar o Supremo Tribunal Federal, precisa consultar um psiquiatra”

Fonte: Suptnik

Deixe um Comentário!