Política

De 13 programas presidenciais apenas 2 falam sobre museus

De 13 programas presidenciais apenas 2 falam sobre museus

De 13 programas presidenciais apenas 2 falam sobre museus

Somente os programas do PT e da REDE tratam claramente da política de conservação dos museus brasileiros dentre os 13 programas de governo que disputam o Planalto.

Na noite do último domingo (2), um incêndio de mais de cinco horas destruiu a maior parte do acervo do Museu Nacional, mantido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O fogo consumiu duzentos anos de história do Brasil em mais de 20 milhões de itens que eram conservados no local desde 1818.

Por conta da repercussão da perda histórica e da amplificação da cobertura midiática, a Agência Lupa analisou os programas de presidenciáveis que falam sobre a política de conservação de um patrimônio histórico e cultural que são os museus.

De 13 programas presidenciais apresentados, apenas 2 falam claramente da condição dos museus e o que é preciso pra mantê-los: o programa do PT e o da REDE.

Outros 7 presidenciáveis trazem propostas gerais (que não se referem claramente aos museus, mas com políticas que podem afetá-los. São eles: Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Eymael (DC), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), João Amoedo (Novo) e João Goulart Filho (PPL).

E, por fim, os candidatos que não trazem nenhuma proposta para a cultura: Cabo Daciolo (Patriota), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Vera Lucia (PSTU).

PROGRAMA DO PT (Veja aqui o programa)

O PT, que teve Lula considerado inelegível na última sexta-feira, afirma em seu programa de governo que fortalecerá o Iphan e o Ibram para “proteção e promoção do patrimônio cultural e de fortalecimento da política nacional de museus”.

PROGRAMA DA REDE (Veja aqui o programa)

A candidata da rede incluiu a política de valorização de museus em seu programa. Ela afirma o seguinte: “Nos comprometemos a oferecer condições de funcionamento a museus, arquivos e bibliotecas”

Deixe um Comentário!