Notícias

PGR quer explicações de Bolsonaro sobre discurso de “fuzilar petralhada”

PGR quer explicações de Bolsonaro sobre discurso de “fuzilar petralhada”

PGR quer explicações de Bolsonaro sobre discurso de “fuzilar petralhada”

Raquel Dodge, pediu que seja dado prazo para  que o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), se quiser, explique fala durante comício no Acre.

Saiu no Jota:


Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu que seja dado prazo para  que o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), se quiser, explique fala durante comício na qual fez referência a fuzilar a petralhada. O caso será analisado pelo ministro Ricardo Lewandowski.

A chefe do MPF não identificou injúria e disse que no discurso “não há referência a pessoas, sendo que “personificar “pretralhada”, expressão usada pelo noticiado, configura elastecimento da responsabilidade penal por analogia ou por extensão, o que é absolutamente incompatível com o direito penal.

Durante comício eleitoral de sua campanha à Presidência no Acre,  Bolsonaro fez gesto de “fuzilamento”, utilizando-se de um tripé de câmera de vídeo como simulacro de arma fogo e, ato contínuo, pronunciou-se nos seguintes termos: “Vamos fuzilar a petralhada toda aqui do Acre. Vamos botar esses picaretas pra correr do Acre. Já que eles gostam tanto da Venezuela, essa turma tem que ir pra lá. Só que lá não tem mortadela galera, vão ter que comer é capim mesmo”, afirmou o parlamentar.

Na segunda-feira, o PT entrou com uma representação criminal no Supremo Tribunal Federal contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) por ameaça, além de crimes de injúria eleitoral e incitação ao crime.

(…)


Deixe um Comentário!