Nossa Política » Política » ‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ tem 1 milhão de integrantes confirmadas
Política

‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ tem 1 milhão de integrantes confirmadas

‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ tem 1 milhão de integrantes confirmadas
‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ tem 1 milhão de integrantes confirmadas
O grupo ‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ alcançou a marca de 1.844.442 participantes. Deste número, 1 milhão de mulheres conformaram a participação.

O grupo ‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro atingiu a marca de 1.034.754 integrantes. Criado há duas semanas, o grupo reúne mulheres que rejeitam a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), bem como as suas posições machistas, misóginas, homofóbicas, racistas e xenofóbicas.

‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ tem 1 milhão de integrantes confirmadas

Organizado por uma dezena de administradoras, o grupo recebe 10 mil solicitações de participação por dia. E tem regras bem determinadas para não ferir as regras tanto do Facebook quanto dos direitos humanos.

Regras do grupo dos administradores:

1 O grupo é destinado para MULHERES (cis ou trans)

“No âmbito dos estudos relacionados ao gênero humano, o cisgênero é a oposição do transgênero, pois este último se identifica com um gênero diferente daquele que lhe foi atribuído quando nasceu.”

2 Seja simpática e gentil

Precisamos nos unir para criar um ambiente acolhedor. Vamos tratar todos com respeito. Discussões saudáveis são naturais, mas seja gentil e educado(a).

3 Nenhum discurso de ódio ou bullying

Todos devem se sentir seguros. Não serão permitidos comentários degradantes sobre raça, religião, cultura, orientação sexual ou partidária, gênero ou identidade.

4 Nenhuma promoção ou spam

Proporcione às outras pessoas deste grupo mais do que você obtém dele. Autopromoção, post com propaganda de candidatos, spam e links irrelevantes não são permitidos.

5 Respeite a privacidade de todas

A participação no grupo requer confiança mútua. É ótimo ter discussões autênticas e expressivas no grupo, mas elas podem ser sensíveis e privadas. O que é compartilhado no grupo deve permanecer nele.

6 PROIBIDA a postagem de publicação(ões) repetida(s)

Ou seja, que aborde(m) o mesmo assunto, mesmo que de um ângulo diferente ou de outra fonte de informação.

7 Post sobre outros candidatos

Todos os candidatos possuem posts fixados pela moderação. Lá você poderá comentar sobre outros candidatos além do Bozo. A moderação fez isto pois o objetivo do grupo é “Todas contra ele”.

8 Criticar a moderação na publicação da página

Críticas à moderação terão que ser feitas in box , publicações com esse teor serão excluídas.

9 Foco

Vamos manter o foco, meninas?! Só postagens referentes ao “inominável”!

10 Enquetes sobre intenção de votos

É proibido pela Lei Eleitoral e dá multa, portanto não correremos o risco!

Há dois dias, o grupo contava com 650 mil participantes. E milhares de pedidos de participação a serem aceitos. Ontem (13), as mulheres levaram ao trendig topics do Twitter a hashtag #EleNão contra a candidatura de Bolsonaro. O movimento parece ter contagiado também o ambiente fora das redes. Estão sendo organizados atos em diversas cidades brasileiras no dia 27 de setembro contra a candidatura do ex-capitão.