Brasil

Grupo no Facebook reúne 1 milhão de mulheres contra Bolsonaro

Grupo no Facebook reúne 1 milhão de mulheres contra Bolsonaro
De acordo com as regras do grupo, é vedada a participação de homens e mulheres que se declaram eleitoras de Bolsonaro. Também não é permitido discurso de ódio.

Líder nas pesquisas de intenção de voto à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) é também quem tem mais rejeição entre os candidatos ao Palácio do Planalto. A maior reprovação do deputado federal carioca está entre as mulheres. Uma amostra da negativa entre o eleitorado feminino é a velocidade de crescimento de um grupo no Facebook, intitulado “Mulheres unidas contra Bolsonaro”.

Criado há 12 dias, o espaço na rede social já reunia cerca de 800 mil integrantes nesta terça-feira (11). A página é administrada por nove pessoas e tem 50 moderadoras que incentivam as mulheres a participar da mobilização contra o candidato do PSL.

De acordo com as regras do grupo, é vedada a participação de homens e mulheres que se declaram eleitoras de Bolsonaro. Também não é permitido discurso de ódio, sendo o foco exclusivo na candidatura do capitão da reserva militar.

As informações são do Estado de Minas.

Deixe um Comentário!