Brasil

#EleNão: Mulheres expõem o machismo de Bolsonaro no Twitter

#EleNão: Mulheres expõem o machismo de Bolsonaro no Twitter

#EleNão: Mulheres expõem o machismo de Bolsonaro no Twitter

Das mesmas autoras de “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro”, a hashtag #EleNão levou ao trendig topics do Twitter a rejeição a Jair Bolsonaro.

Após a divulgação do grupo “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro”, que reuniu mais de um milhão de convidadas e participantes, iniciou-se uma mobilização no Twitter representada pela hashtag “EleNão.

A tag alcançou o primeiro lugar dos Trending Topics do Twitter no Brasil e está entre as tags mais utilizadas do mundo. Internautas expuseram os motivos de sua rejeição ao candidato do PSL que se notabiliza por suas posições machistas, misóginas, racistas e homofóbicas.

A menos de um mês das eleições presidenciais de 2018, grupos virtuais de mulheres estão se mobilizando na rede contra e a favor às declarações de Bolsonaro. O maior deles, “Mulheres unidas contra Bolsonaro”, reúne mais de 700 mil participantes.

Deixe um Comentário!