Notícias

400 mil seguidores de Bolsonaro no Twitter são robôs

400 mil seguidores de Bolsonaro no Twitter são robôs

400 mil seguidores de Bolsonaro no Twitter são robôs

Cerca de 33% dos perfis que seguem o candidato Jair Bolsonaro (PSL) são perfis falsos, robôs controlados por computadores (conhecidos como bots).

O InternetLab investigou os perfis dos presidenciáveis no Twitter e descobriu que 400 mil seguidores de Jair Bolsonaro são bots ou robôs. Com táticas digitais cada vez mais preponderantes, os candidatos utilizam as redes sociais para atingir um grupo cada vez maior de pessoas.

Não se trata apenas de fake news – boatos, conspirações ou sensacionalismos publicados em um formato de texto jornalístico. Durante o período eleitoral, campanhas, seus apoiadores ou qualquer agente que vise interferir no processo ganha novas possibilidades à medida que a nossa atenção é dirigida aos diferentes feeds e conteúdos personalizados.

Cerca de 33% dos perfis que seguem o candidato Jair Bolsonaro (PSL) são perfis falsos controlados por computadores. Esses robôs (conhecidos como bots) são programados para compartilhar, interagir e fazer volume nos perfis de forma automatizada e podem vir a ser utilizados para influenciar as eleições de outubro deste ano. Ação semelhante aconteceu no pleito que elegeu Donald Trump nos EUA, em 2016.

A coleta de dados foi feita entre os dia 4 e 28 de junho e os seguintes pré-candidatos à presidência da república tiveram seus seguidores analisados: Adilson Barroso (PATRIOTA), Álvaro Dias (PODEMOS), Ciro Gomes (PDT), Fernando Collor (PTC), Flávio Rocha (PRB), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), Jaques Wagner (PT), João Amoêdo (NOVO), Lula (PT), Manuela D’Ávila (PCdoB), Marina Silva (REDE), Paulo Rabello (PSC), Rodrigo Maia (DEM).

Deixe um Comentário!