Política

Desembargador do TRF-4 ignorou a lei para manter Lula preso

Desembargador do TRF-4 ignorou a lei para manter Lula preso

Desembargador do TRF-4 ignorou a lei para manter Lula preso

Gebran Neto, o desembargador amigo de Sérgio Moro, admitiu a interlocutores que ignorou a lei ao dar decisão contrária à soltura do ex-presidente Lula.

De acordo com nota publicada pelo Radar, da Veja, o desembargador Gebran Neto admitiu a amigos que ignorou a letra fria da lei ao dar decisão contrária à soltura de Lula, desconsiderando a competência do juiz de plantão. Gebran alegou que era a única saída para evitar um “erro” ainda mais danoso: libertar o ex-presidente.

Saiba mais:

No dia 8 de julho, João Pedro Gebran Neto suspendeu a soltura de Lula e revogou a decisão do desembargador de plantão, Rogério Favreto. De férias, Gebran foi acionado pelo juiz Sérgio Moro, que impediu a Polícia Federal de soltar o ex-presidente Lula como havia designado o plantonista.

2 Comentários

    • A verdade é que em se tratando de leis e justiça no Brasil ate parece brincadeira. Todos mandam da maneira que querem porem ninguém dá ordem. Moral: é tudo uma bagunça vergonhosa. Que Deus nos ajude a encontrarmos homens probus, honrados e dignos para merecerem cargos de confiança para desempenharem seus cargos com dignidade e galhardia.

Deixe um Comentário!