Opinião

A imoralidade do aumento de salário no STF

Kennedy Alencar: A imoralidade do aumento de salário no STF

Kennedy Alencar: A imoralidade do aumento de salário no STF

O Supremo está em modo sindical, buscando formas de aumentar salários e de continuar a abocanhar o auxílio-moradia.

Do Blog do Kennedy:


Sem noção

Os 11 ministros do STF devem discutir hoje proposta de aumento salarial de 16,38% para o Orçamento de 2019. O Supremo está em modo sindical, buscando formas de aumentar salários e de continuar a abocanhar o auxílio-moradia.

Num país em que a recessão comeu quase 8 pontos percentuais do PIB (Produto Interno Bruto), no qual doenças do século 20 voltaram a preocupar e com uma massa de desempregados, só o egoísmo de uma elite que já ganha muito bem explica a tentativa de reajustar salários no meio da enorme crise fiscal. É uma forma de subtrair dinheiro dos mais pobres.

O ministro Luiz Fux, sempre tão falante para antecipar julgamentos em relação a Lula, deveria ser o primeiro a defender o fim da sua decisão liminar, monocrática e precária que criou a farra do auxílio-moradia. Deveria também se posicionar contra aumento salarial nesta hora.

Afinal, trata-se de uma imoralidade chapada com efeito cascata danoso para as contas públicas. A aprovação de aumento salarial agora seria um tapa na cara da sociedade.


Deixe um Comentário!