Notícias

Bolsonaro transformará polícia em grupo de extermínio

Bolsonaro transformará polícia em grupo de extermínio

Bolsonaro transformará polícia em grupo de extermínio

Licença para matar. O chamado “Plano Fênix” do programa de governo de Jair Bolsonaro é considerado uma aberração.

O jornalista José Antônio Lima chamou atenção, no Twitter, para uma das aberrações do programa de governo de Jair Bolsonaro, chamado “Plano Fênix” (Jesus): a licença para matar da polícia.

5º Policiais precisam ter certeza que, no exercício de sua atividade profissional, serão protegidos por uma retaguarda jurídica. Garantida pelo Estado, através do excludente de ilicitude. Nós brasileiros precisamos garantir e reconhecer que a vida de um policial vale muito e seu trabalho será lembrado por todos nós! Pela Nação Brasileira!

“Depreende-se deste trecho do programa de governo de Jair Bolsonaro que homicídios cometidos por policiais em serviço não serão considerados crimes em nenhuma hipótese. Polícias serão oficializadas como grupos de extermínio?”, pergunta.

“Um exemplo de ‘excludente de ilicitude’ é a legítima defesa. Ao que parece, a ideia de Bolsonaro é incluir nas previsões de excludentes de ilicitudes o fato de estar atuando como policial. Isso daria às forças policiais licença para matar indiscriminadamente”, afirma Lima.

Deixe um Comentário!