Repercussão

Nos bastidores, clima entre Bolsonaro e Boulos esquentou

Nos bastidores, clima entre Bolsonaro e Boulos esquentou

Nos bastidores, clima entre Bolsonaro e Boulos esquentou

Na primeira, Bolsonaro coçou o nariz olhando para Boulos e deu risada, sendo ignorado. Na segunda, ambos riram ironicamente um do outro.

De Luís Adorno no UOL:


(…)

Após o momento mais tenso do debate, no primeiro bloco, quando Guilherme Boulos (PSOL) e Bolsonaro se acusaram mutuamente, ambos trocaram encaradas, fora do alcance das câmeras – o que ocorreu duas vezes. Na primeira, Bolsonaro coçou o nariz olhando para Boulos e deu risada, sendo ignorado. Na segunda, ambos riram ironicamente um do outro.

Os dois estavam lado a lado no auditório. Na plateia, também na mesma disposição, estavam os convidados de PSL e PSOL. Mas não houve nenhuma troca de ofensas ou desrespeito entre as pessoas atrás das câmeras.

Por duas vezes, Boulos chegou a fazer o gesto imitando os árbitros da Copa do Mundo e pediu “VAR”, sistema de vídeo utilizado pela primeira vez pela arbitragem no mundial. Primeiramente, durante uma resposta que não concordou de Henrique Meirelles (MDB). Depois, quando teve um pedido de direito de resposta, contra Bolsonaro, negado por unanimidade.

No último bloco, enquanto Boulos citava movimentos sociais em seus agradecimentos, o presidente do PSL em São Paulo, Major Olímpio, complementou as siglas mencionadas pelo coordenador nacional do MTST. “PCC”, disse o major, fazendo referência à facção criminosa.

(…)


2 Comentários

  • O debate demonstrou a caricatura dos candidatos a presidente:
    Alckim, corrupto dando uma de santo;
    Ciro abestalhado dando uma de educado;
    Marina um poste;
    Álvaro Dias um blefe;
    Meireles uma fantasma do governo Lula;
    Guilherme Boulos um embuste;
    Cabo Daciolo um maluco do bem que arregaçou a esquerda e
    Bolsonaro, objetivo e preciso, como uma faca Tramontina.
    Resultado Bolsonaro venceu!!!! Abaixo o Foro de S. Paulo.

  • Não concordo com as ideias de Boussonaro sou mais PSOL, mas os dois estão no debate para descutir política e não devem levar esta discução para o campo pessoal, eles devem se respeitar, a atitude de major Olímpio, que se diz cristão não foi correta ele não tinha o direito de interromper o candidato para o depreciar.

Deixe um Comentário!