Notícias

Quem é Ana Amélia Lemos, a vice de Alckmin

Quem é Ana Amélia Lemos, a vice de Alckmin

Quem é Ana Amélia Lemos, a vice de Alckmin

Favorável ao impeachment de Dilma, Ana Amélia afirma que Michel Temer (PMDB) “deixou legado mesmo que as pesquisas não reconheçam”.

O jornalista Janio de Freitas lembrou hoje (5), em sua coluna na Folha de S.Paulo, quem é Ana Amélia Lemos (PP), senadora e vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB).

A equipará-los ainda melhor, já em termos morais, se Bolsonaro não explicou aquisições imobiliárias, Ana Amélia tem no seu prontuário o recebimento de salários no Senado, muito antes de eleita, por cargo que não exercia.

Em termos institucionais, a condição de vice dá a Ana Amélia a possibilidade de ocupar a Presidência da República sem ter merecido dos próprios conterrâneos, apesar do intenso apoio jornalístico e financeiro, os votos para mais do que um terceiro lugar na eleição de governador gaúcho, em 2014. (…)

Como jornalista, por três décadas Ana Amélia defendeu e fez propaganda da ditadura, com coluna em jornal e programas de TV e rádio, no Rio Grande do Sul.

Chefiava uma sucursal gaúcha em Brasília quando, em l987, foi nomeada secretária do gabinete do senador biônico (não eleito, apenas nomeado pela ditadura) Octavio Omar Cardoso. Seu marido. As 40 horas semanais de trabalho ficaram só no ato de nomeação, Ana Amélia ocupando-se apenas de sua atividade na sucursal e em receber no Senado o salário do fácil dinheiro público.

O despudor dos que falam em moralidade pública, se dizem liberais, e se acumpliciam para as vantagens é o propulsor do triste percurso brasileiro no tempo.

Mas não é somente isso. Em 1986, Ana Amélia trabalhou como cargo em comissão (CC) do próprio marido, o senador Octávio Omar Cardoso, em 1986, época em que também era diretora da sucursal do Grupo RBS em Brasília.

A portaria definia um salário mensal de Cr$ 9 mil a Ana Amélia – cerca de R$ 8.115,00 em valores atuais. O regime de contrato era de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias, com função atestada a cada 15 dias pelo titular do gabinete, ou seja, seu próprio marido. À época, Octávio era vice-líder do Partido Social Democrático (PSD).

Ferrenha opositora do PT, Ana Amélia  parabenizou ruralistas que agrediram participantes da Caravana de Lula pelo Sul. Em seu discurso, a senadora disse: “Quero parabenizar Bagé, Santa Maria, Passo Fundo, São Borja. Botaram a correr aquele povo que foi lá levando um condenado se queixando da democracia. Atirar ovo, levantar o relho, mostra onde estão os gaúchos”.

Recentemente, ao criticar mensagem da senadora Gleisi Hoffmann aos povos árabes em defesa de Lula, na TV Al Jazeera. Segundo Ana Amélia, Gleisi poderia ser enquadrada na Lei de Segurança Internacional por pedir apoio do mundo árabe a uma luta para libertar Lula, que seria um preso político, de acordo com o PT.

Ela confundia Al Jazeera com Al-Qaeda.

1 Comentário

Deixe um Comentário!