Política

Neymar é vítima de sua própria celebridade, diz Guardian

Neymar é vítima de sua própria celebridade, diz Guardian

Neymar é vítima de sua própria celebridade, diz Guardian

Neymar é chamado pelo jornal de “vítima de sua própria celebridade”, destacando que o melhor momento do brasileiro foi no Barcelona, quando teve de aceitar a condição de coadjuvante.

Deu na ESPN:


Uma coisa que não se pode dizer sobre Neymar é que ele passou em branco nesse Mundial. O camisa 10 do Brasil foi o grande personagem dessa Copa. Na maior parte das vezes, porém, não pelos seus (esparsos) bons momentos no gramado.

Após a eliminação diante da Bélgica, com derrota por 2 a 0, nas quartas de final da Copa do Mundo, o jornal inglês The Guardian detonou o jogador em um texto opinativo publicado neste sábado, 7.

A comparação, mais do que no gramado, se ateve à personalidade dos dois jogadores. E cravou: se estivéssemos diante de uma audição para definir quem, por exemplo, pode ser o próximo contratado do Real Madrid, clube no qual os dois jogadores são especulados, a escolha por Hazard seria óbvia.

Uma coisa que não se pode dizer sobre Neymar é que ele passou em branco nesse Mundial. O camisa 10 do Brasil foi o grande personagem dessa Copa. Na maior parte das vezes, porém, não pelos seus (esparsos) bons momentos no gramado.

O desejo do holofote, tão característico da personalidade de Neymar, é contraposto à personalidade introvertida de Eden Hazard. Neymar é chamado pelo jornal de “vítima de sua própria celebridade”, destacando que o melhor momento do brasileiro foi no Barcelona, quando teve de aceitar a condição de coadjuvante e de membro de um coletivo de jogadores.

Ao contrário, no PSG e na seleção brasileira, o jogador não é apenas incentivado, mas gosta de ser o centro das atenções. Um comportamento que o Guardian chama de “normal para quem ouviu, desde pequeno”, que era o próximo Pelé.


Deixe um Comentário!