Notícias

No apagar das luzes, Temer entrega empresas do setor elétrico

No apagar das luzes, Temer entrega empresas do setor elétrico

No apagar das luzes, Temer entrega empresas do setor elétrico

Ao todo, serão privatizadas seis distribuidoras de energia controladas pela Eletrobras. A desculpa é a mesma de sempre: redução na conta de luz.

O governo federal confirmou a venda da Companhia de Energia do Piauí (Cepisa) para hoje às 10 horas, na Bovespa. Repete o mesmo discurso que levou à mudança das regras da aviação civil: o preço da energia vai baixar.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), se a Cepisa for vendida, os consumidores do estado deverão ter redução de, pelo menos, 5,22% na tarifa de energia. A queda poderá chegar a 8,52%, conforme o deságio.

Ao todo, serão privatizadas seis distribuidoras de energia controladas pela Eletrobras. Além da Cepisa, ainda serão vendidas:

  • Amazonas Distribuidora de Energia;
  • Boa Vista Energia;
  • Centrais Elétricas de Rondônia;
  • Companhia de Eletricidade do Acre;
  • Companhia Energética de Alagoas.

Das seis distribuidoras a serem leiloadas, cinco descumpriram nos últimos dois anos os parâmetros de qualidade da Aneel. É o que diz o governo.

Furnas, empresa com controle estatal, está proibida de participar dos leilões. Às vésperas do leilão, a Aneel puniu a empresa por conta de supostos atrasos na entrega de usinas eólicas.

Leia o que escreveu a Agência Brasil sobre o processo de privatização e como será feira a venda, por valor simbólico:

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou que a Comissão de Licitação responsável pelo processo de venda das distribuidoras do grupo Eletrobras considerou atendidos os requisitos para a participação no leilão de privatização da Companhia Energética do Piauí (Cepisa). Com isso, o leilão deve ser realizada amanhã (26), as 10h na Bolsa de Valores B3, em São Paulo.

A confirmação foi feita após a comissão analisar os documentos apresentados na segunda-feira (23) pelos interessados na Cepisa. O banco, responsável pelo processo, não informou o número de proponentes que entregaram os documentos.

Durante a sessão pública serão abertas as propostas econômicas apresentadas pelos investidores interessados. Será possível também realizar lances de viva-voz. A Cepisa será vendida pelo valor simbólico de cerca de R$ 50 mil. Vence o certame que ofertar o maior valor de deságio na tarifa elétrica definida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Cepisa será a primeira, das seis distribuidoras da Eletrobras, a ser privatizada. No último dia 18, o BNDES havia afirmado que manteria a realização do leilão no dia 26, após uma decisão judicial ter suspendido uma liminar que impedia o leilão das subsidiárias da Eletrobras.

Na ocasião o banco também informou que o leilão de quatro outras distribuidoras – Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), a distribuidora Boa Vista Energia, de Roraima, e a Amazonas Distribuidora de Energia (Amazonas Energia) – será realizado no próximo dia 30 de agosto.

Já o leilão da Companhia Energética de Alagoas (Ceal) continua suspenso devido a uma decisão judicial do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), que impediu a venda da companhia, após ação movida pelo governo de Alagoas.

Fonte: G1

Deixe um Comentário!