Brasil

Oposição pede o impeachment de Crivella

Oposição pede o impeachment de Crivella

Oposição pede o impeachment de Crivella

Dois pedidos foram protocolados na Câmara, um deles pelo PSOL e o outro pelo vereador Átila Nunes (MDB). A suspensão do recesso depende da adesão de 17 dos 51 vereadores.

Na Folha:


Partidos de oposição tentam suspender o recesso na Câmara dos Vereadores do Rio para votar pedidos de impeachment ao prefeito Marcelo Crivella (PRB) por denúncias de favorecimento a grupos religiosos.

Nesta segunda (9), dois pedidos foram protocolados na Câmara, um deles pelo PSOL e o outro pelo vereador Átila Nunes (MDB). A suspensão do recesso depende da adesão de 17 dos 51 vereadores.

Crivella é acusado de prometer privilégios a fiéis em reunião realizada na última quarta (4) no Palácio da Cidade, uma das sedes da prefeitura. No encontro, ele ofereceu ajuda para encaminhar fiéis a cirurgias e para agilizar processos de isenção da cobrança de IPTU das igrejas.

Na reunião, ele ainda apresentou aos presentes o pastor Rubens Teixeira, que vai disputar vaga de deputado federal no Rio pelo seu partido e defendeu o voto em evangélicos para “dar jeito nessa pátria”.

O prefeito nega favorecimento e diz que teve apenas o objetivo de prestar contas de sua gestão e apresentar aos presentes programas sociais da prefeitura, como cirurgias de catarata, varizes e vasectomia.

Na reunião, segundo áudios publicados pelo jornal O Globo, Crivella disse aos pastores que procurassem uma assessora para que fiéis com catarata pudessem ser operados “daqui a uma semana ou duas”

O Ministério Público do Rio anunciou a abertura de investigações. “O Estado é laico e todos os cidadãos têm que ser tratados em igualdade de condições”, afirmou nesta segunda, o procurador-geral do estado, Eduardo Gussem.

(…)


Deixe um Comentário!