Blog do Mailson Ramos

O MBL perdeu a serventia?

O MBL perdeu a serventia?

O MBL perdeu a serventia?

Não vale mais a pena investir numa falange fascista que nos últimos tempos ganhou fama por espalhar notícias falsas?

O MBL sofreu um duro golpe com a exclusão de páginas e perfis, que, segundo o Facebook faziam parte de uma rede de disseminação de notícias falsas. Houve uma investigação e foram punidos todos aqueles que participavam desta farra de replicação de mentiras espalhadas na rede.

Muitas destas mentiras foram o veneno providencial contra o governo de Dilma Rousseff, doses cavalares de notícias falsas pulverizadas sobre um público já lobotomizado pela mídia contra o PT. Enquanto desfilava com o apoio do DEM e do PSDB, o MBL agia contra o PT nas redes, dizendo-se apartidário.

Entretanto, tudo o que conseguia mostrar era a sua posição conservadora, direitista e, por muitas vezes, fascista. Criou blocos de patrulha na rede e uma milícia real para se por e atacar exposições, demonstrações artísticas que iam de encontro ao seu estilo ultrapassado, reacionário e antiquado.

Agiu como uma falange a mando de não se sabe quem, mas obedecendo os preceitos de canalha política mesquinha capaz de tudo para dominar as instituições e destruir os seus adversários não sem antes pisotear a Constituição.

Ainda que algumas vozes tenham gritado em nome do MBL, dentro do judiciário, e na direita, o solilóquio de meia dúzia de gatos pingados, em protesto em frente à sede do Facebook, após as medidas da plataforma, mostra que o movimento perdeu força.

Às vésperas de mais uma eleição, os políticos que apoiavam o MBL vão procurar outra forma de aparecer  ou de disparar as suas notícias falsas. Como os acampados da FIESP, que um dia apoiavam o impeachment de Dilma comendo filé mignon e no outro dia foram expulsos da Paulista, o MBL perdeu o poder de mentir e a serventia.

Um duro golpe para quem se sustentou durante mais de dois anos lançando inverdades nas redes para domesticar um público acostumado a ler idiotices como “o filho do Lula tem uma Ferrari de ouro” e “Marielle era ex-mulher de traficante”.

Acabou o tempo da mentira ou pelo menos os seus sectários sofreram um duro golpe. Aliás, de golpe eles entendem muito bem.

Deixe um Comentário!