Nossa Política » Blog do Mailson Ramos » Meirelles e o partido da desfaçatez
Blog do Mailson Ramos

Meirelles e o partido da desfaçatez

Meirelles e o partido da desfaçatez
Meirelles e o partido da desfaçatez
Nesta semana, o ex-ministro da Fazenda do governo temerário disse  que estará no segundo turno das eleições, caso não vença no primeiro.

Nesta semana, NOSSA POLÍTICA publicou uma das loucuras de Henrique Meirelles. O ex-ministro da Fazenda afirmou que estará no segundo turno da disputa presidencial, caso não vença no primeiro.

“Não tenho dúvidas de que estaremos no segundo turno. Minha dúvida é apenas se daria para ganhar no primeiro turno”.

Meirelles, que tem 1% das intenções de voto, voltou a falar bobagens. Em vídeo publicado nas redes sociais nesta sexta-feira (20) disse que “matou a crise no peito” e consertou os “erros de Dilma”.

No mesmo momento em que Meirelles divulgava este vídeo nas redes sociais, a equipe econômica do governo golpista, da qual ele fazia parte há pouco tempo, reduziu a previsão de crescimento do PIB de 2,5% para 1,6% em 2018.

Além disso, a inflação voltou a subir. O número de pessoas desempregadas no Brasil é desesperador. Deveria o senhor Henrique Meirelles deixar de firulas porque todo mundo sabe o que está por trás de sua candidatura e a quem ela serve.

No final das contas, Michel Temer é o controlador das ações desta campanha que, no fim, vai servir ao PSDB de Geraldo Alckmin, à continuação do golpe e da destruição da soberania.

Enquanto isso, o economista mostra que pertence ao partido da desfaçatez, mentindo ao povo brasileiro ao dizer que a recessão acabou.

A recessão não acabou porque o golpe ainda vive.