Notícias

‘Delivery’ de propina para Collor

‘Delivery’ de propina para Collor

‘Delivery’ de propina para Collor

O delator Rafael Ângulo Lopez descreve entrega de propina a Collor: ‘Trouxe 60 mil, o senhor sabe? E ele respondeu. Sei’.

De acordo com o Globo, o principal operador do “money delivery”, o esquema de entrega de propina em domicílio criado pelo doleiro Alberto Youssef, o delator Rafael Ângulo Lopez prestou depoimento ontem em que revela novos detalhes de uma entrega de propina ao senador e pré-candidato à Presidência pelo PTC, Fernando Collor (AL).

Segundo do delator, a propina de R$ 60 mil, divididas em pacotes com cédulas de R$ 100, foi transportada até o apartamento de Collor amarrada nas pernas. Ao encontrar o “senhor Fernando”, o entregador diz que Collor, ao ver o dinheiro, “não pôs a mão”, preferiu que o pacote fosse deixado em uma sala antessala do apartamento.

— Eu tinha tirado o dinheiro que tinha levado nas pernas e coloquei no paletó. Eram R$ 60 mil em notas de R$ 100. Ele pediu para eu colocar numa mesinha que tinha lá, junto à parede, embaixo de um quadro. Ele não pôs a mão no dinheiro, mas pediu para deixar nessa mesa. Eu disse para ele: “trouxe 60, o senhor sabe?” E ele respondeu. “Sei”. Eu deixei ali, acabei me despedindo, ele me acompanhou até a porta e eu desci — relatou o entregador.

(…)

Deixe um Comentário!