Política

Bolsonaro diz que PT tem “carta no bolso” para libertar Lula

Bolsonaro diz que PT tem “carta no bolso” para libertar Lula

Bolsonaro diz que PT tem “carta no bolso” para libertar Lula

Em palestra a militares no Rio de Janeiro nesta segunda-feira (23), ele listou cenários nos quais Lula poderia deixar a prisão.

Jair Bolsonaro viaja em devaneios tórridos ao imaginar que o PT tem uma “carta no bolso” para libertar Lula e permitir que ele concorra e vença as eleições de outubro. Talvez seja medo de enfrentar o candidato que lidera absoluto em todas as pesquisas de intenções de votos.

Falando para militares nesta segunda-feira (23), Bolsonaro disse: “Eu me preocupo com o PT (Partido dos Trabalhadores). A gente nunca pode, como eu aprendi na minha carreira militar, negligenciar o opositor. E eu chamaria o PT não de opositor, mas de inimigo da pátria. Quem aceitou, na posição do Lula e do Zé Dirceu, passivamente ir para a cadeia tendo um paraíso na frente deles, que seria uma ida para Cuba, é claro que tem uma carta no bolso”.

As informações são do UOL.

A insensibilidade política de Bolsonaro não o permite ver que Lula luta há 109 dias contra uma condenação sem provas, por uma reforma que nunca houve, de um imóvel que nunca foi seu.

Ele afirmou que a mudança na presidência do STF (Supremo Tribunal Federal) programada para ocorrer em setembro – com a saída de Cármen Lúcia e a entrada de Dias Toffoli – pode dar margem a uma nova discussão do entendimento de que sentenciados podem ir para a prisão após condenação em segunda instância. Em tese, um entendimento diferente poderia resultar na soltura de Lula.

O nome disso é insegurança; achavam que Lula preso abriria caminho para as candidaturas da direita e da extrema-direita. Quebraram a cara. Agora a não presença de Lula (ou mesmo a sua onipresença) assusta os adversários.

Deixe um Comentário!