Política

Colocaram um tucano para decidir sobre a liberdade de Lula

Colocaram um tucano para decidir sobre a liberdade de Lula

Colocaram um tucano para decidir sobre a liberdade de Lula

O recurso da defesa do ex-presidente Lula, que pede a sua liberdade, caiu nas mãos do ministro Alexandre de Moraes, reconhecidamente tucano e ex-ministro de Michel Temer.

A reclamação da defesa do ex-presidente Lula foi protocolada às 20 horas, 46 minutos e sete segundos da noite desta quinta-feira (28). Na manhã desta sexta-feira (29) apareceu o nome de Alexandre de Moraes, como relator da reclamação.

Para quem não sabe, Moraes é antigo membro do PSDB que foi nomeado por indicação de Michel Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF). Para aqueles que ainda não se lembram, Moraes foi secretário de Justiça do governo de Geraldo Alckmin.

Por seus préstimos ao governo tucano, chegou ao Ministério da Justiça com o golpe de 2016. Após a morte de Teori Zavascki, se tornou ministro do Supremo.

Ainda ministro de Temer, Moraes garantiu em Ribeirão Preto, a correligionários, que Lula seria preso pela Lava Jato; na época, levantou-se a hipótese de que o ministro informava a Michel Temer sobre os passos da operação.

Aí vem a pergunta: qual a imparcialidade de um juiz que até pouco tempo era adversário político do julgado? Como pode o STF descer a níveis tão rasteiros para a manter a prisão do ex-presidente Lula? Quais eram as certezas de Moraes sobre a afirmativa de que Lula seria preso?

1 Comentário

Deixe um Comentário!