Repercussão

Para Moro, não importa as circunstâncias em que um depoimento é tomado

Para Moro, não importa as circunstâncias em que um depoimento é tomado

Para Moro, não importa as circunstâncias em que um depoimento é tomado

O inquisidor de Curitiba não quis nem saber que a ex-cozinheira do sítio de Atibaia, e seu filho de 8 anos, foram coagidos pelo MPF para depor.

Mais um episódio na Torre de Londres de Curitiba, do Jornal GGN:


Após duvidar da coerção dos delegados da Polícia Federal e dos procuradores da República da Lava Jato contra uma testemunha, ex-cozinheira do sítio de Atibaia, e seu filho de 8 anos, o juiz Sérgio Moro agora negou sequer ouvir a própria testemunha.

Conforme divulgou o GGN, a força-tarefa da Lava Jato ficou sob a suspeita de ter forçado uma mulher a prestar depoimento fora de sua residência, sendo levada ao sítio de Atibaia para dar declarações aos investigadores, acompanhada de seu filho de 8 anos de idade. A criança hoje faz tratamento psicológico pelo trauma.

(…)

“No que se refere à Rosilene da Luz Ferreira, o depoimento está gravado e juntado no inquérito, então desnecessário ouvi-la para saber as circunstâncias nas quais foi tomado”, decidiu o juiz do Paraná.


Deixe um Comentário!