Esportes Política

Após empate medíocre da seleção, Galvão culpa arbitragem

Após empate medíocre da seleção, Galvão culpa árbitro de vídeo

Após empate medíocre da seleção, Galvão culpa arbitragem

Sem inspiração alguma, a seleção brasileira somente empatou contra a seleção da Suíça por 1 a 1 na tarde deste domingo, em Rostov, na Rússia. E Galvão Bueno culpou o árbitro de vídeo.

 Com pouca inspiração e alternando momentos de nervosismo, o Brasil ficou no empate em 1 a 1 neste domingo (17), em Rostov, em jogo contra a Suíça pelo Grupo E do Mundial.

A seleção brasileira abriu o placar cedo, aos 19 minutos do primeiro tempo, com golaço de Philippe Coutinho. Mas os comandados por Tite encontraram muita dificuldade no segundo tempo, após sofrer o empate em gol de escanteio.

Entretanto, para Galvão Bueno, a culpa por este empate – e, portanto pela má atuação da seleção – foi o árbitro de vídeo que não alertou o árbitro mexicano Cesar Ramos de que Miranda havia sofrido um empurrão do atacante suíço Zuber.

Ficou muito claro no final da transmissão que a responsabilidade do empate frustrante deveria ser jogada sobre a arbitragem e não no elenco de Tite que pouco se esforçou para vencer.

A seleção volta a entrar em campo na sexta-feira (22), às 9h, no horário de Brasília, contra a Costa Rica, em São Petersburgo. Os suíços jogam no mesmo dia, às 15h, contra a Sérvia.

Deixe um Comentário!