Blog do Mailson Ramos

No dia dos namorados, o amor do Estadão por Temer

No dia dos namorados, o amor do Estadão por Temer

No dia dos namorados, o amor do Estadão por Temer

O editorial do Estadão não é mais do que a peça promocional de um governo golpista, paparicado nas redações da grande imprensa, mesmo sendo um desastre para o país. O governo Temer é bom sim, porque encheu as burras da mídia hegemônica.

O Estadão, que durante anos disparou a sua metralhadora contra os governos petistas, mesmo no momento em que as conquistas eram históricas, tenta a todo custo salvar o governo golpista de Michel Temer.

Uma peça de propaganda foi publicada hoje (12), no dia dos namorados, com ares de editorial, para expressar o amor do jornalão dos Mesquita para com Michel Temer. E a culpa é do mau humor do povo brasileiro.

E pior. Desmerece todas as pesquisas que colocam o postiço como o pior presidente da história deste país, afirmando que existe uma distorção dos fatos e ele não é pior do que a Dilma.

Por nenhum parâmetro racional se pode considerar o presidente Temer pior, por exemplo, do que sua antecessora, Dilma Rousseff, que praticamente arruinou a economia nacional e foi defenestrada da Presidência, entre outras razões, por ser incapaz de se relacionar com o Congresso.

O Estadão coloca Michel Temer onde ele não está: no coração do povo brasileiro. A reforma trabalhista foi catastrófica; o ilegítimo escapou de duas denúncias do MPF que só não chegaram ao STF por obra e graça dos deputados. Não é um bom cabo eleitoral; está enrolado no esquema do porto de Santos e outros malfeitos que a mídia, cínica, finge não ver.

Michel Temer hoje não tem apoio em lugar algum, a não ser na relação promíscua que mantém com parte da imprensa. No dia dos namorados, o Estadão demonstra todo o seu amor para com Temer, um golpista quase abandonado à beira da estada.

E a culpa é do mau humor do povo brasileiro.

Deixe um Comentário!