Capa

A visita do consultor do papa a Lula e o erro das agências de checagem

A visita do consultor do papa a Lula e o erro das agências de checagem

A visita do consultor do papa a Lula e o erro das agências de checagem

Agências de checagem de notícias surgiram para confirmar a veracidade de informações num ambiente jornalístico cada vez mais infestado pela disseminação fake news. Mas, e quando estas agências corroboram fake news?

A reação dos partidários da direita em relação à visita de Juan Grabois foi imediata. Quando a notícia da entrega de um rosário a Lula, enviado pelo papa, foi publicado aqui no NOSSA POLÍTICA, os robôs da direita imediatamente acionaram a Agência Lupa no Twitter.

Como poderia o papa enviar um emissário para visitar o Lula preso e ainda enviar um terço de presente? As agências de checagem se debruçaram sobre a notícia, sobretudo a Agência Lupa que é da Folha de S.Paulo.

Não há aqui uma crítica à função destas agências. Mas é preciso notar que todas elas estão ligadas aos grandes grupos de mídia que preservam monopólios e interesses escusos. Com a caçada às fake news, fica evidente que recairá sobre os blogs progressistas uma criminalização baseada na checagem equívoca de alguns fatos.

Um exemplo foi a checagem sobre a visita do consultor do papa a Lula, Juan Grabois. De acordo com a jornalista Inês Nassif, a Agência Lupa errou em não checar corretamente as notas emitidas pelo Vatican News a respeito da visita do emissário do papa a Lula.

O site do Vaticano mudou a identificação de Juan Grabois de ‘ex-assessor’ para ‘consultor’. Por fim, a nova nota do Vaticano confirma e corrobora a versão das mídias alternativas que ganhou a blogosfera ontem.

O post do Vatican News somente pode ser encontrado com o link. A busca no site não permite encontrar o post relacionado às correções sobre a visita de Grabois a Lula. O fato é que, na ânsia de condenar os blogs progressistas, a grande mídia ignorou o fato de um consultor do papa para assuntos de Justiça e Paz foi barrado na porta da PF.

Corrigida, a nova nota do Vaticano corrobora as notícias publicadas aqui no NOSSA POLÍTICA e na grande maioria dos sites progressistas, colocando em evidência a falha de agências que estão aí para pesquisar “falhas” nas informações.

O Vatican News informou que “Grabois definiu inexplicável a rejeição de não ter podido se encontrar com Lula a quem queria levar um Terço abençoado pelo Papa, as palavras do Santo Padre e as suas reflexões com os movimentos sociais e discutir assuntos espirituais com o ex-chefe de Estado”.

Fica evidente mais uma vez como a ideia de combate às fake news busca sempre atingir as mídias alternativas e não quem distorce as notícias cotidianamente na rede, em nome de interesses políticos escusos.

Deixe um Comentário!